Você conhece os três pilares da sustentabilidade?

By 13 de agosto de 2019Dicas

A sustentabilidade corporativa se tornou uma palavra de ordem nas grandes e pequenas empresas. Ela é focada em atender as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras. Atualmente, ela segue três pilares da sustentabilidade, que são: econômico, ambiental e social. Esses três pilares são informalmente referidos à geração de valor econômico, responsabilidade ambiental e social.

Ambiental

O pilar ambiental geralmente recebe mais atenção. As empresas estão se concentrando na redução das emissões de carbono, resíduos de embalagens, uso da água, energia e seu efeito geral no meio ambiente. As organizações descobriram que contribuir com o planeta também pode ter um impacto financeiro positivo. Diminuir a quantidade de material usado na produção da embalagem geralmente reduz os gastos totais com esses materiais, por exemplo.

As embalagens da Prafesta são feitas com matéria-prima virgem e são de serviço único, pensando justamente no contato direto do produto com o alimento. Dessa forma, os riscos da comida ser exposta às bactérias e outros organismos que transmitem doenças é muito menor.

Os tipos de plástico utilizados para desenvolver as embalagens plásticas também recebem um cuidado especial com o objetivo de minimizar os danos ao meio ambiente. São usados polipropileno (pp),  poliestireno (ps) e polipropileno biorientado (bopp), todos recicláveis e com alta taxa de resistência.

O armazenamento em embalagens plásticas também ajuda a combater o desperdício de alimentos e incentiva o consumo sustentável. De acordo com o Plastic Europe, elas ajudam a reduzir o desperdício em até 20%.

Três pilares da sustentabilidade: Como podemos mudar o social?

Também entre os três pilares da sustentabilidade está o social. Um negócio sustentável deve ter o apoio e a aprovação dos funcionários, partes interessadas e a comunidade em que atua. As abordagens para garantir e manter esse suporte são diversas. Entre elas, tratar os funcionários com justiça, ser um bom vizinho e membro da comunidade local e global.

O pilar social é voltado especialmente ao cuidado com o outro e ao trabalho desenvolvido com a sociedade. Em termos empresariais, oferecer um ambiente propício à evolução profissional, com relações interpessoais saudáveis e harmoniosas e um coletivo unido.

Entra nesse tópico, também, o cuidado em assegurar os direitos humanos e trabalhistas e o cumprimento das leis e políticas sociais, como treinamento e fomento à educação, práticas de segurança e saúde no trabalho, abolição do trabalho infantil, dentre muitas outras medidas.

É possível perceber que a parte social é intrínseca ao pilar econômico: ambos precisam atuar em consonância para que a essência da sustentabilidade seja colocada em prática.

Leia também: Reciclagem de plástico: como essa atitude pode ajudar a salvar o meio ambiente?

A sustentabilidade e a economia

A economia é a última dos três pilares da sustentabilidade, mas nem por isso é a menos importante. A economia sustentável tem algumas premissas: incentivo à abertura de novos negócios (fomento ao empreendedorismo), com boas práticas, como uma competitividade justa, e cuidados externos e internos com o meio ambiente e conservação da natureza e dos recursos naturais, facilidade de acesso a novos mercados.

Nesse cenário, também envolve a geração de renda para moradores da comunidade local por meio do trabalho sustentável, dando a oportunidade das pessoas terem um emprego (incentivo à economia local). A empresa precisa ter a sustentabilidade como valor em todos os processos, desde as estratégias e as metas, até o produto final e relacionamento com o consumidor e a sociedade no geral.

Olhando para o cenário de organizações que lidam com o plástico, um bom exemplo são as cooperativas, constituídas por grupos que desempenham atividades em conjunto, que fazem a reciclagem do plástico. Elas coletam, separam e tratam os materiais recicláveis, para depois enviá-los às empresas responsáveis pela reciclagem. Isso proporciona oportunidades de emprego e contribui com o trabalho dos catadores de recicláveis.

O impacto da sustentabilidade

A principal questão para investidores e executivos é se a sustentabilidade é ou não uma vantagem para a empresa. Ela favorece um propósito maior e é um incentivo para as empresas se esforçarem e ajudarem a renovar e firmarem seus compromissos com a sociedade e o meio ambiente com metas básicas como eficiência, crescimento sustentável e valor para os acionistas e colaboradores.

Os três pilares da sustentabilidade colocados em prática podem proporcionar benefícios difíceis de quantificar, como melhor reputação e imagem pública, além de valor de marca.

Os três pilares da sustentabilidade vieram para ficar. Para algumas empresas, elas representam uma oportunidade para ter uma identidade, e desenvolver um conceito. Para outras empresas, sustentabilidade significa responder a perguntas difíceis sobre o como e o porquê de suas práticas de negócios. Elas podem ter um impacto sério e positivo, ainda que gradual, em suas operações.

 

 

Marketing

Author Marketing

More posts by Marketing